segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Ricardo Darín: as lições de vida de um astro fora dos padrões

Tem figuras públicas (atores, atrizes, cantores, escritores, etc.) que transcendem a condição de estarem na mídia apenas pelo "sucesso" conseguido. Considerando o agravante que atualmente esta palavra tem de estar entre aspas mesmo, pois não raras vezes não se consegue entender o que justifica o "sucesso" de certos "astros" e "estrelas". Vide o fenômeno BBB que merece Estudo de Caso.
O transcender neste aspecto não é o sucesso pelo sucesso, pela exposição massiva e comercial. É porque trata-se de  de uma figura humana que tem um recado a dar, uma lição de vida que consegue expor a partir de sua excelente e reconhecida performance profissional.
Não precisa reforçar que isso está cada vez mais raro.
Uma personalidade que se destaca neste âmbito na América Latina é o ator argentino Ricardo Darín.
Como profissional vem tendo seu valor reconhecido a partir de cada novo filme que atua.
Este ano mais um de seus filmes concorre ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Trata-se de "Relatos Selvagens". É o terceiro, depois de "O Filho da Noiva" (em 2002) e de "O Segredo dos Seu Olhos" (vencedor em 2010).
Ver e ouvi-lo em suas entrevistas é um prazer tão grande quanto assistir seus filmes.
Esta sim é uma figura acima de tudo humana, para além dos holofotes midiáticos que costumam criar mitos que se desfazem como castelos de areia.
Ricardo Darín é humano, demasiadamente humano. E é bom saber que existem pessoas assim.
Reproduzimos a seguir alguns trechos de entrevistas suas, onde fala da solidão, sonhos, das exigências do mundo atual, etc.






Nenhum comentário:

Postar um comentário