quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Humor na Crise

Eu sei, eu sei.
Tá difícil.
Para todo lado que se olhe tem novidades ruins, preocupantes: no clima planetário, na política brasileira e estrangeira, nas finanças dos países, na justiça, nas relações internacionais, etc.
Nuvens escuras cobrem o mundo e não são de chuvas bem distribuídas.
Atualmente nem o JN detém mais o monopólio de notícias negativas, papel que vem desempenhando com galhardia nos últimos tempos e cujo objetivo parece ser o de fazer com que o brasileiro tenha uma péssima noite de sono. Deve ser por isso que o índice de audiência e credibilidade vem caindo continuamente.
Mas uma coisa nos salva (além da fé em tempos melhores): o humor.
Sem defender a tese de fugir da realidade.
Mas vale lembrar a brincadeira que diz que rir é o melhor remédio.
Não nos levar a sério demais (nem nossas crises e problemas) é uma das possibilidades que se abrem para enfrentar os tempos bicudos que se prenunciam.
Então vamos lá.
Essas eu recolhi rapidamente, em alguns minutos de 'navegação'.





















Argh!

Um comentário: