quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Good Times: as baladas românticas do Scorpions

Um dos temas que deveriam ser predominantes neste blog é música.
Mas tenho feito menos posts sobre o assunto do que gostaria.
Confesso que tento evitar política, meio-ambiente, economia, mídia, relações internacionais, etc. mas mesmo assim ainda tem tido poucos sons por aqui.
Os assuntos citados na verdade deveriam ser os motores propulsores do blog neste momento mundial tão difícil e que requer soluções complexas. A bem da verdade nem sabemos o que se desenha para o futuro a média e longo prazos com essas inúmeras e incessantes crises planetárias. Mas podemos agir de alguma forma a respeito.
Ocorre que, ao longo dos últimos cinco anos, essas preocupações foram predominantes nas postagens feitas no Blog do Luiz Felipe Muniz, em que atuava - ou ainda atuo - em parceria com o amigo titular.
Assim, tenho preferido, aqui neste espaço, me dar um "refresco" e abordar temática mais leves.
Pode ser alguma coisa do tipo "fiz a minha parte" ou "desisto de tentar salvar o mundo". Enfim, cansei. Pelo menos por enquanto.
Fuga? Falta de perspectiva? Alienação? Entrada no time dos "massificados"? Desencanto? Pode ser. Não estou preocupado com isso. Pelo menos por enquanto. Mas sei que deveria.
Assim, vamos de música.
E não é carnavalesca que é o que está rolando em todo canto desde a semana passada.
Uma das bandas de Hard-Rock ou Heavy-Metal que mais gosto não vem da Inglaterra, nem dos EUA nem do Brasil.
É da terra da Angela Merkel (vai de retro!) e chama-se Scorpions. Não é desconhecida no Brasil não. Veio no primeiro Rock in Rio e teve alguns temas em trilhas de novelas.
Talvez o reconhecimento internacional deva-se a uma faceta particular da banda: embora sejam mestres no "rock pesado", normalmente sempre registram pelo menos uma bela balada romântica em cada disco que lançaram ao longo de mais de 40 anos de carreira e mais de 30 discos lançados.
Selecionei quatro delas que acho que vocês se lembrarão. Mas eles tem várias outras. Recomendo que pesquisem. Se gostarem.
Good Times.







2 comentários:

  1. Ótimas músicas e excelente texto, como sempre.

    ResponderExcluir
  2. É como você falou meu camarada: bons tempos! Difícil encontrar hoje músicas deste naipe! Abração!

    ResponderExcluir