sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Feriadão de Carnaval: dicas (quase óbvias) para foliões e, sobretudo, não foliões

A festa do carnaval... para quem gosta.
Começa hoje, nesta sexta-feira 13, o Carnaval 2015. Na verdade já começou desde a semana passada. E provavelmente vai perdurar até depois da quarta-feira de cinzas, pelo menos em alguns lugares.
Para os grandes foliões, inveterados ou não, este é o grande momento do ano, o mais aguardado.
E dá-lhe trios elétricos, escolas de samba, blocos.
Me lembro que na sexta de carnaval era o dia preferido dos "Blocos de Sujos", que tocavam marchas e desfilavam com fantasias improvisadas. Não sei se essa tradição suburbana ainda persiste mas eu fiz parte dela, em tempos quase imemoriais.
Praia vazia no carnaval? Só se chover muito!
A questão é que existem também os "não foliões", muitos extremamente avessos ao Reinado de Momo.
É claro que esses darão o seu jeito. Se puderem se refugiar em um local bucólico junto à natureza, ótimo.
Mas podem montar um "bunker" em casa mesmo. Fazendo um estoque de alimentos, bebidas, livros, filmes, discos, etc.
As opções existem para quem quer fugir das ruas quentes e barulhentas, do cheiro de xixi, de foliões que exageram no álcool, dos tráfegos impedidos, dos beijos 'mononucleóticos' (rs).
Eu montei algumas estratégias, uma vez que faz um bom número de anos que abandonei o  posto de frequentador da Marquês de Sapucaí, dos salões de bailes de carnaval (quando isso existia) e dos blocos (quando era uma brincadeira tranquila e segura e não dependia tanto de vodka com energéticos).
Então serve como dica (ou 'guia de sobrevivência') a de ir ao supermercado e hortifruti até no máximo hoje. Faça a sua programação "gourmet" para os próximos cinco dias e leve a lista do que vai precisar comprar. Não esqueça da cerveja e das frutas para preparo da caipiríssima (compre vodka de boa qualidade, ok?), se gostar. Nem das carnes para o churrasco, se gostar.
Churrasqueira e 'chuveirão': boa opção
Como o refúgio praiano fica a cinco minutos (a pé) do mar, até dá para ir na praia em determinados horários mas, dependendo da distância que estiver, verifique antes se vale à pena o deslocamento, considerando também a frequência no local. Piscina (do clube, do prédio ou da casa) ou 'chuveirão' podem ser uma ótima opção se fizer calor desértico.
O mesmo cuidado com a questão dos deslocamentos tem de se dar também se quiser ir a cinemas, restaurantes ou qualquer outra opção fora do "bunker".
Dicas de livros já foram dadas aqui recentemente e com relação à filmes as melhores opções em cartaz no momento são os indicados ao Oscar. Isso se resolver ir ao cinema. DVDs, Blu-Rays e canais por assinatura são as opções caseiras. Inclusive tem alguns canais que vão fazer maratonas de filmes (por assuntos) e séries. Pesquisem.
No mais, aproveitem o feriadão de carnaval, foliões ou não, com uma programação de acordo com seu perfil e possibilidades.
Em tempo: para os três ou quatro que se interessarem, postaremos algumas "impressões" aqui no blog durante o período momesco. Mas não serão sobre carnaval. Nem política. Depois daremos uma desacelerada.
Bons filmes e livros, ar-condicionado, cerveja e caipivodka podem estar na lista do feriadão

3 comentários:

  1. Eu também já fui mais carnavalesca, mas atualmente não me animo mais com o tipo de carnaval que está nas ruas. Agora quero mais é sossego, como dizia o inesquecível Tim Maia! Bjs e bom carnaval em casa!

    ResponderExcluir
  2. Vou prum hotel fazenda em Salvador BA

    ResponderExcluir
  3. É isso aí pessoal. Brincando o carnaval ou descansando, aproveitem o feriadão!

    ResponderExcluir