sábado, 7 de fevereiro de 2015

Carnaval: os nomes dos Blocos de Rua, marca da irreverência carioca

Um post que fiz há alguns anos (mais precisamente em 17/02/2012) no Blog do Luiz Felipe Muniz é sempre revisitado nessa época de carnaval: conta hoje com mais de 26 mil visualizações.
Era sobre os engraçados e maliciosos nomes de Blocos de Rua do Rio.
Não brinco mais o carnaval, muito menos em Blocos de Rua, mas esses eventos regados à música, dança, suor e cerveja me lembram a infância suburbana (não, eu não bebia cerveja naquela época).
Os blocos eram numerosos naqueles tempos e depois praticamente desapareceram.
De uns quinze anos para cá a tradição voltou a tomar força e agora é o que move o carnaval de rua do Rio.
Resolvi atualizar aquela lista.
Não se trata de uma relação completa dos blocos que estão desfilando este ano mas de uma seleção de nomes "engraçados e maliciosos", que trazem uma das marcas registradas das folias de momo: a irreverência.
A seleção traz o bairro a que pertence cada um dos blocos.
Alguns estão bem atualizados, como o que faz referência à haste de portar celulares e pequenas máquinas fotográficas...
Vamos lá.
Inova Que Eu Gosto (Flamengo)
É Pequeno, Mas Vai Crescer (Santa Teresa)
Libertos do Arquivo (Santa Teresa)
Discípulos de Oswaldo (Manguinhos)
Põe na Quentinha? (Centro)
Pinto Sarado (Santo Cristo)
Xupa Mas Não Baba (Laranjeiras)
Só o Cume Interessa (Urca)
Perereka Sem Dono (Botafogo)
Cutucano Atrás (Leme)
Imaginô? Agora Amassa… (Leblon)
Butano na Bureta (Maracanã)
Já Comi Pior Pagando (Tijuca)
Lavou Tá Limpo (Praça Seca)
Vem Cá Me Dá (Barra)
Parei de Beber, Não de Mentir (Curicica)
Vem Mamar (Freguesia)
Apertado Mas Entra (Braz de Pina)
Nunca Mais Eu Bebo Ontem (Cordovil)
Com Dor Não Sai (Cordovil)
Bunda Rachada (Ramos)
Encosta Que Ele Cresce (Vista Alegre)
Suvaco do Cristo (Jardim Botânico)
Vai Tomar no Grajaú (Grajaú)
Bloco Morde & Pica Toda Hora (Barra)
Tapa na Peteca (Bonsucesso)
Se Deixar Eu Boto (Pavuna)
Quem Vai, Vai, Quem Não Vai, Não Cagueta! (Jardim Guanabara)
Quem Não Aguenta Chupa (Ilha do Governador)
Regula Mas Libera (Centro)
Mostra o Fundo Que Eu Libero o Benefício (Centro)
Senta Que Eu Empurro (Catete)
Largo da Mulher, Mas Não Largo da Cerveja (Bento Ribeiro)
Melhor Ser Bêbado Do Que Ser Corno (Bento Ribeiro)
Geriatria e Pediatria (Campo Grande)
De Palhaço e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco (Laranjeiras)
Te Vejo por Dentro… Sou da Radiologia (Taquara)
New Kids on The Bloco (Copacabana)
Bloco das Piranhas do Terreirão da Rua 1 (Rocinha)
Que Merda É Essa (Ipanema)
Pega no Meu Pau de Selfie e Balança (Laranjeiras)
Balança Meu Catete (Catete)
Cordão da Confraria do Peru Sadio (Leme)
Perereca Vadia (Campo Grande)
Banda das Quengas (Lapa)
Enxota que eu vou (Centro)
Meu Face No Seu Book (Grajaú)
Se Me Der, Eu Como (Tijuca)
Me Beija Que Eu Sou Cineasta (Lagoa)
Mulheres de Chico (Leme)
Cutezão (Inhaúma)

Um comentário: