sábado, 27 de dezembro de 2014

Escrevendo em Garotas

"Arte hoje em dia tem cada coisa...".
Não foram poucas as vezes que ouvi afirmações deste tipo.
Para não iniciados tem muita coisa complicada mesmo. Ou sem sentido.
Lá pela década de 1980 eu assinava uma revista dedicada à arte contemporânea. Ou pós moderna, sei lá.
O que eu gostava era de ler os longos artigos - muitas vezes quase psicanalíticos - dos críticos que tentavam explicar pinturas e esculturas abstratas.
Muitas vezes a criatividade dos textos superavam as obras artísticas. Se bem que em sua maioria eram também escritos abstratos. Quero dizer que eu não conseguia entender muito bem nem uma coisa nem outra.
Mas tem também as tecnologias aplicadas na ideia artística visando uma interação do público com a mente do criador. Neste caso arte se confunde com um projeto técnico.
Uma vez fui a uma exposição de fotos/vídeos (não sei bem se deve-se considerar aquilo como foto ou vídeo, acho que eram as duas coisas) em que você entrava em uma sala escura com imagens grandes de umas 12 pessoas em telas estáticas dispostas lado a lado em uma parede.
À medida que a pessoa caminhava ao longo da fileira os olhos (e apenas eles) iam acompanhando o curioso (e eventualmente assustado) espectador.
Também utilizando sensores li sobre uma instalação feita uma vez em Londres onde o público (em número limitado) entrava em uma sala onde chovia torrencialmente. O detalhe: a pessoa não se molhava, mesmo que quisesse. Por onde andava, a chuva parava. Havia água em toda sua volta, menos na pessoa!
A série abaixo não usa essa tecnologia. É a antiga arte caligráfica. De desenhar letras.
O diferencial é o suporte. Não é papel, nem telas.
São belas modelos que emprestam seu corpo para o russo Pokras Lampas. Uma união de habilidade com beleza e sensualidade.
Como não se trata de tatuagem é obra efêmera que necessita de registro em vídeo e em fotografia para se perpetuar.
Infelizmente não dá para colecionador comprar a arte original de Lampas, levando o suporte junto.
Fiquemos, portanto, com os vídeos e as fotos.
Confiram mais em Calligraphy on Girls.














Nenhum comentário:

Postar um comentário